DOIS FUNDAMENTOS: ROCHA OU AREIA?




Mateus 7.24-29 - “E disse Jesus: Quem ouve meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa na rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Porém ela não caiu porque havia sido construída na rocha. Todavia, quem ouve esses meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem insensato que construiu a sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu e ficou totalmente destruída. Quando Jesus acabou de falar, as multidões estavam admiradas com a sua maneira de ensinar. Ele não era como os mestres da Lei; pelo contrário, ensinava com a autoridade dele mesmo”.



Você lembra-se de uma ótima escolha que já fez na vida? Depois de ensinar a multidão sobre os princípios e mandamentos divinos, Jesus utiliza-se de uma história fictícia para lhes falar que só existem dois fundamentos a seguir: Ou agimos como o homem sábio que edificou sua casa sobre a rocha, ou agimos como o insensato que construiu sua casa sobre a areia. O que aprendemos com essa palavra hoje?


I – A SABEDORIA HUMANA É UM FUNDAMENTO INSEGURO E FALÍVEL


Provérbios 14.12 nos ensina que “há caminhos que parecem certos ao homem, mas acabam levando para a morte”. O humanismo ainda alcança em nossos dias um lugar de destaque na mente das pessoas, que por falta de conhecimento dos princípios da Palavra de Deus têm firmado sua vida e de sua família em ensinamentos e filosofias aparentemente corretas, mas que, ao final de tudo, só os levam a se afastar cada vez mais de Deus e das promessas que Ele tem para eles. Quando conhecemos a verdade de Deus somos libertos de todos os nossos pecados, e entre eles estão a soberba e a auto-suficiência que nos levam a pensar que podemos seguir a Cristo segundo nossas próprias ideias e tradições religiosas ou nossos “achismos”. Por conta disso, somos pegos de surpresa pelas dificuldades, medos e derrotas da vida, como o homem que construiu sua casa sobre a areia, e, vindo a chuva e o vento forte, sua casa caiu e ficou totalmente destruída. Hoje, Deus quer mudar a nossa história nos dando a oportunidade de decidirmos segui-Lo, crendo que Ele tem o melhor para nós, e a partir daí passaremos a experimentar da segurança, da paz, do amor e do perdão que o homem insensato não pode vivenciar. Crer em Cristo e aceitá-lo como Senhor é atitude de sábio.


II – A SABEDORIA DE DEUS É UM FUNDAMENTO FIRME E INABALÁVEL


Em Salmos 62.6, o salmista declara: “Só Ele é a minha rocha, e a minha salvação, e o meu alto refúgio; não serei jamais abalado”. Há muitos argumentos a favor da construção na areia: A praia é bonita, a paisagem é maravilhosa, dali vê-se o pôr-do-sol. Construindo na areia, é possível poupar muitos esforços e sacrifícios, tempo e dinheiro, pois não se precisa tanto material para construir na praia como se precisaria para construir sobre a rocha. Todo o material de construção precisa ser levado até o alto, e é fato conhecido que lançar um fundamento em uma rocha dura é bem mais complicado ainda. Porém, ao final de toda construção na rocha, o sentimento do dono da casa por causa da segurança, tranquilidade e bem estar da sua família é uma satisfação que vale à pena. Quem constrói os alicerces da sua ''casa'', da sua família sobre a Rocha firme que é Jesus Cristo jamais será abalado pelos ''ventos'' da vida! Entregue-se a Ele e tenha uma vida inabalável!


CONCLUSÃO:


Nessa palavra JESUS se revela como a Rocha na qual o homem sábio se beneficia de duas formas: Primeiro, do entendimento de que neste mundo ele não está imune das dificuldades comuns da vida, porém, Deus o torna capaz de superar a todas elas; e por último, não há outro fundamento se não Cristo (1 Coríntios 3.11). Por isso, sua segurança, convicção de salvação e vida eterna com Cristo é inabalável. Como esses dois homens da história de Jesus, você tem hoje a livre escolha de qual fundamento seguir! E, como o próprio Cristo aconselhou, decida pelo melhor fundamento: JESUS, a ROCHA eterna!

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by Blogger