M12 - Modelo dos 12



O Apóstolo Renê Terra Nova, foi o responsável, junto com a apóstola Valnice Milhomens, em trazer o Governo dos Doze (G12) de César Castellanos ao Brasil. O M12, designação do modelo celular liderado por Renê, surgiu quando Renê e o MIR deixaram a liderança de Castellanos, e Renê adaptou o G12 para formar o M12.


O MIR propaga a visão em células, como um retorno ao cristianismo primitivo. Comemoram e divulgam as festas bíblicas/judaicas, como Festa dos Tabernáculos, Páscoa, Pentecostes, Yom Kippur e Chanucá.


O número de fiéis é de cerca de 40.000 membros somente em Manaus. O MIR dá cobertura espiritual a dezenas de igrejas e ministérios na transição para o Modelo dos 12 de igrejas em células, renovadas ou mesmo tradicionais.

 

Entendendo a Visão Celular no Modelo dos 12 (M12)



" disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (Marcos 16:15)


" porei a minha aliança entre mim e ti, e te multiplicarei grandissimamente." (Gênesis 17:2)


"O menor virá a ser mil, e o mínimo uma nação forte; eu, o SENHOR, ao seu tempo o farei prontamente." (Isaías 60:22)


A Visão Celular é fácil, prática e possível. Não é mais uma denominação, mas um modelo de evangelização que traz crescimento, multiplicação e muita responsabilidade com a Igreja local.


O alvo da Visão é fazer de cada membro de Igreja um discípulo do Senhor Jesus, e um líder no Modelo dos 12. Essa Visão veio para nos levar a fazer exatamente o que Jesus mandou que fizéssemos: discípulos de todas as nações da terra. "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo." (Mateus 28:19)


Tudo que envolve a Visão Celular está relacionado a ganhar vidas, pois para isso Jesus veio, morreu, ressuscitou e voltará. A Visão não tem um cunho doutrinário, pois ela é devocional; é uma estratégia que atrai um resultado que todos podem experimentar e reconhecer que, de fato, só Deus dá tamanho crescimento. "De modo que, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento." (I Coríntios 3:7)


Quando a Visão é implantada na Igreja gera uma restauração completa. Os líderes sentem alegria em compartilhar a Palavra numa dimensão ainda maior. As pessoas são treinadas para ganhar outras vidas, há dinâmica nas reuniões, tanto nos cultos principais quanto nas células, nas macro-células, nos 12 e nas Redes, vem com uma explosão de alegria e todos os nossos objetivos são alcançados.


1. Etapas da Visão


A Visão Celular pode ser compreendida por qualquer veterano na Igreja ou novo convertido. Ela é processada de uma forma que, além de trazer muito conteúdo bíblico, adestra a pessoa em uma velocidade muito grande formando um líder de êxito em um tempo hábil.


As etapas da Visão Celular são: "GANHAR", "CONSOLIDAR", "DISCIPULAR" e "ENVIAR".


GANHAR


Acontece através do evangelismo pessoal, das células de multiplicação, cultos das Redes e cultos de celebração. Podemos realizar programas que atraiam as pessoas segundo a sua faixa etária, como chás, cafés, jantares, reuniões de oração, lazer com propósito evangelizador etc. Devemos sempre utilizar recursos, buscando alternativas que funcionem; tudo debaixo da direção de Deus.


CONSOLIDAR


É o processo de firmar o novo convertido na fé, é doutrinar, ensinar o caminho, tirar das trevas para a luz. Esse é o processo mais singular da Visão Celular, tanto que chamamos a consolidação de "pulmões da Visão". A consolidação bem planejada é o sustentáculo da multiplicação.


Quando alguém aceita a Jesus, como Senhor e Salvador de sua vida, precisa de cuidado e acompanhamento, para que sinta-se seguro e possa, dessa forma, ser conduzido ao Pré-encontro, Encontro e Pós-encontro. Aí o novo discípulo será incentivado a ingressar na Escola de Líderes e cumprir todas as etapas da Visão Celular como:


1. Pré-encontro:


O Pré-encontro acontece uma vez por semana durante um mês e cada reunião tem a duração de uma hora. Objetiva esclarecer para o novo convertido os princípios básicos da Palavra de Deus, estimulando-o a ir ao Encontro, que é tremendo!


2. Encontro


O Encontro tem a duração de três dias. Sempre que possível, deve ser realizado em um lugar fora da cidade para que as pessoas possam ficar longe do contato secular.


No Encontro, as feridas são saradas, o caráter é tratado, somos levados a um genuíno arrependimento e comunhão profunda com Deus. Saímos confrontados pelo ensino da Palavra e com a responsabilidade de ganharmos as pessoas para Jesus.


3. Pós-encontro


O Pós-encontro segue os mesmo princípios do Pré-encontro e capacita o discípulo a vencer os contra-ataques do diabo, resistindo a cada um deles.


É de fundamental importância fazer o Pós-encontro, pois o inimigo tentará atacar em cinco áreas específicas: família, amigos do passado, finanças, saúde e mente.


DISCIPULAR


Quando o discípulo ingressa na Escola de Líderes, recebe inúmeros ensinamentos acerca da Palavra de Deus e recebe ainda mais do caráter de Cristo a cada lição. Isso gera um desejo de não apenas ganhar as vidas, mas discipulá-las. Então, no segundo bloco da Escola, o aluno já está liberado, debaixo do acompanhamento do seu discipulador, para começar a liderar uma célula.


O aluno da Escola de Líderes deve procurar ser um excelente aluno, colocando todos os ensinamentos recebidos em prática no dia-a-dia, principalmente quando estiver discipulando as vidas que o Senhor confiará em suas mãos.


É muito importante ter zelo no cuidado com os discípulos, pois isso os faz sentirem-se amados e criará neles o desejo de serem líderes que formarão posteriormente outros líderes. Nesse processo, as gerações começam a ser levantadas.


ENVIAR


Enviam-se os discípulos quando eles estão preparados para liderar células. Nessa etapa da Visão Celular, o líder forma a sua 1ª geração, realiza seus próprios Encontros, possui Escola de Líderes sob a sua direção; está conquistando territórios. Enfim, ele tem experimentado os resultados benéficos que a Visão Celular produz.


Na Visão Celular, o ideal antes de levar as pessoas a qualquer culto é introduzi-las sabiamente em uma célula. Muitas pessoas têm medo de Igreja, estão assustadas e traumatizadas por escândalos. Nesses casos, a reunião em casa é a melhor opção.


Quando a pessoa vai primeiro a reunião de célula para depois freqüentar a uma Igreja em Células, ela chega ao Reino com uma mentalidade de célula, o que facilita a compreensão sobre a Visão.


Um dos melhores lugares para fazer uma célula é nas casas. Vemos isso através de vários exemplos bíblicos. " Jesus, voltando-se e vendo que eles o seguiam, disse-lhes: Que buscais? E eles disseram: Rabi (que, traduzido, quer dizer Mestre), onde moras? Ele lhes disse: Vinde, e vede. Foram, e viram onde morava, e ficaram com ele aquele dia; e era já quase a hora décima." (João 1:38,39). " todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo." ( Atos 5:42). "Saudai também a igreja que está em sua casa. Saudai a Epêneto, meu amado, que é as primícias da Acaia em Cristo... Saudai a Apeles, aprovado em Cristo. Saudai aos da família de Aristóbulo. Saudai a Herodião, meu parente. Saudai aos da família de Narciso, os que estão no Senhor." ( Romanos 16:5,10,11).


Nas células, os discípulos são impactados por serem trazidos para a intimidade do discipulador, onde não há disfarces e todos mostram realmente quem são. Esse fato faz com que o novo convertido gere interesse de participar das reuniões e cumprir o alvo da Visão Celular: ganhar vidas. "O fruto do justo é árvore de vida; e o que ganha almas sábio é."(Provérbios 11:30


A Visão Celular tem como objetivo principal ganhar vidas, por isso é uma Visão que busca tratar caráter, confrontar pelo ensino da Palavra, produzir um genuíno arrependimento e comunhão profunda com Deus, além de gerar relacionamentos entre irmãos.


O Encontro não é a Visão Celular; é muita coisa, mas diante do tudo que Deus tem a oferecer, o Encontro não é nada. Não se atrapalhe no processo. Algumas pessoas fazem o Encontro, são impactadas, mas ficam pelo caminho, não compreendem que não podem parar no Encontro, pois Deus tem muito mais para realizar em suas vidas.

Etapas e Eventos na Visão M12



1. Encontro com Deus



Todo líder da Visão Celular é conhecedor de que para o Encontro com Deus ser realizado é necessário que antes o novo convertido receba as ministrações do Pré-Encontro.

1.1 Pré-Encontro



O Pré-Encontro é um tempo de ministração específica e direcionada para que o novo convertido entenda os processos espirituais nos quais está envolvido agora que aceitou Jesus. É um tempo de aprender a ouvir a voz de Deus através da Palavra ensinada, promovendo crescimento espiritual (Fp 2:12-16).


Em cada ministração, o novo convertido terá oportunidade de se auto-avaliar, de pensar sobre sua conversão e seu interesse em prosseguir nos caminhos de Jesus (Os 6:3). É um tempo de sondagem; o discipulador poderá avaliar se o novo convertido está realmente respondendo aos processos e se está apto a ir ao Encontro.


O Pré-Encontro é composto de 4 reuniões que devem ser realizadas uma vez por semana, em uma hora cada. Os horários estabelecidos, tanto o do início como o do término de cada reunião, deverão ser respeitados. Os discípulos só poderão ir ao Encontro se tiverem participado de, no mínimo, 3 reuniões do Pré-Encontro.


Os discípulos deverão copiar o máximo de informações recebidas nas ministrações para que haja melhor fixação do ensino. Os questionários das respectivas lições do Pré-Encontro deverão ser fotocopiados e entregues aos encontristas pelo líder.


Após a última lição do Pré-Encontro, o ministrador deverá confirmar o dia, local e horário de saída para o Encontro, informar o que deve ser levado e todas as demais instruções que estão contidas no Guia Oficial do Encontro com Deus. Certamente, você que é um líder de êxito, possui o seu livro.

1.2 Encontro



O Encontro com Deus é diferente dos demais Encontros da Visão porque ele é, basicamente, para novos convertidos. Talvez você possa pensar: "Eu não era novo convertido e, mesmo assim, tive que passar pelo Encontro." Você passou pelo Encontro porque você era novo na Visão Celular.


Impreterivelmente, o Encontro é realizado em um período de três dias, nunca nem mais nem menos que isso. Todas as ministrações estão organizadas de forma que o novo discípulo receba um desatar em sua vida. Para isso, é necessário tomar cuidado com a escolha dos ministradores. Eles precisam estar preparados para ensinar, conhecendo bem cada ponto das palestras e, acima de tudo, tendo experiências sobre o que estão ensinando.


O líder não deve pensar que porque já ministrou aquele tema várias vezes não precisa estudar novamente. Os ministradores devem orar, jejuar e estudar a ministração sempre que forem convocados para os Encontros. Rejeite a comodidade de andar pela força do seu braço, baseado em seu próprio conhecimento. Dependa de Deus e lembre-se de que é Ele quem realiza todas as coisas. Você é apenas o instrumento nas mãos do Pai.


O Encontro com Deus tem hoje 8 ministrações: Peniel, A importância do Encontro com Deus, Libertação, No Encontro ampliamos nossa visão espiritual, Cura Interior através da Cruz, Oração como estilo de vida, Visão Celular, Batismo no Espírito Santo. Essas ministrações, em três dias, trazem um nível de conhecimento, revelação e unção para o discípulo que ele demoraria, em média, cinco anos para aprender.


Outro ponto que precisamos chamar a atenção na realização dos Encontros é o momento do Correio. Os discipuladores precisam se envolver e realizar um Correio que realmente cause impacto no discípulo.

1.3 Pós-Encontro



O Pós-Encontro é um tempo de solidificar os ensinos que foram ministrados durante o Encontro, fortalecendo o discípulo, ensinando-o a cobrir o coração com unção, graça, e força, levando-o a compreender que o Senhor é bom e galardoador dos que O buscam (Hb 11:6).


É também um tempo para consolidar mais intensamente o novo convertido, estimulando-o a crescer na fé, a permanecer firme frente ao contra-ataque do inimigo (Ef 6:11-18), ensinando-o a proibir e inoperar as retaliações do diabo, para que ele não seja pego de surpresa (Mc 3:27).


Assim como no Pré-encontro, o Pós-encontro deve ser realizado em 4 reuniões, cada uma com a duração de uma hora. Os horários estabelecidos, tanto o do início como o do término de cada reunião, deverão ser respeitados.


No Pós-encontro, os discípulos devem ser incentivados e encaminhados a fazer a Escola de Líderes. Leve os livros da Escola de Líderes, apresente-os aos discípulos e explique a importância deles continuarem crescendo no conhecimento do Reino de Deus e da Visão Celular.


Se você, líder de êxito, proceder assim, seguindo os princípios básicos da Visão e realizando todas as coisas com amor, zelo e dedicação, fazendo tudo para o Senhor, com certeza, crescerá sem limites.

2. Escola de Líderes



A Escola de Líderes faz parte da Visão Celular no Modelo dos 12. Ela não é uma opção para o discípulo que está na Visão, pelo contrário, é obrigatória para o seu crescimento, pois objetiva treiná-lo, fornecendo conhecimento para o acompanhamento de suas futuras células.


O discípulo, quando ingressa na Escola de Líderes, está avançando no processo de crescimento em Deus e na Visão Celular. Nela os resultados do Encontro serão mantidos e os líderes serão formados.


Ao término da Escola, podemos crer que os novos discipuladores estão habilitados dentro da Visão Celular sendo capacitados para capacitar outros e, ao mesmo tempo, gerar segurança na igreja de que possuem qualificação necessária para acompanhamento no discipulado individual e celular.


O diploma da Escola de Líderes são as CÉLULAS. Mas no encerramento da Escola deve ser realizada uma formatura em que os líderes devem estar presentes, afinal uma etapa muito importante foi concluída. Certamente, seu investimento produzirá na vida do discípulo e agora líder, uma colheita que terá como resultados frutos, atraindo as multidões e conquistando as células.

3. Células



As células são de evangelismo, por isso o objetivo das células é ganhar vidas para o Reino, consolidá-las e assim crescer e multiplicar. Porém, no processo da multiplicação alguns se apegam tanto às células que encontram dificuldades de "romper" na hora da multiplicação. Isso não deve acontecer. Devemos gerar nos discípulos e, também, no líder o entendimento de que a unção da multiplicação é maior que qualquer saudosismo.


Deus está mudando a história da nossa Nação: cada lar uma igreja, cada discípulo um líder. Esta é a função da Visão Celular: equipar os santos. As células são a resposta de Deus para este tempo especial, no qual estamos sendo testemunhas de acontecimentos extraordinários. Estamos vivendo dias áureos em que o papel fundamental para o qual a Igreja de Jesus foi chamada a desempenhar está se realizando: atrair discípulos para o Reino.


A Igreja de Cristo é um organismo vivo que nasce, cresce e amadurece para cumprir um propósito. Como organismo vivo, a Igreja é composta de células. Esta é a razão de a Igreja Celular ter espaço e cumprir o propósito de trazer de volta a proposta do decreto sagrado liberado por Jesus: "Portanto IDE, fazei discípulos de todas as nações". (Mt 28:19).


As células funcionam, dão resultado e cumprem uma parte importantíssima na reprodução. Elas são responsáveis por um êxito ministerial e, ao mesmo tempo, oferecem capacitação para que o Corpo de Cristo, a Igreja, seja adestrado numa velocidade muito grande, galgando territórios dantes jamais conquistados.


A nossa orientação preferencial é que as células se reúnam como família, em uma casa, para não perder as características familiares, pois em casa temos autoridade legal sobre o ambiente, mas entendemos que nem sempre isso é possível.


A Igreja primitiva nasceu em células; qualquer pessoa ainda que de pouco conhecimento teológico, sabe desse fato. O que fortaleceu a Igreja do Senhor e a multiplicou foi a comunhão nos lares. "E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus, o Cristo" (At 2:42). "E, perseverando unânimes todos os dias no templo... e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração" (At 2:46). "Saudai... a Ninfa e à igreja que ela hospeda em sua casa" (Cl 4:15). "Saudai a igreja que se reúne na casa deles..." (Rm 16:5).


As células não são uma invencionice da modernidade, mas uma resposta coerente e satisfatória a tantas questões que estavam emudecidas sem uma resposta concisa.
Agora podemos estar melhor informados do quanto é precioso tomar a posição de líderes e estar dispostos a formar o maior número de células possíveis, pois cada célula aberta em uma casa representa a vida de Deus sendo manifestada naquele lar e vidas que são resgatadas do império das trevas para o Reino de luz.


Nosso alvo em tudo é sermos imitadores de Cristo e sabemos que Jesus possuía a Sua célula de multiplicação, dentro da Sua casa. "Respondeu-lhes: Vinde e vede. Foram pois, e viram onde Jesus estava morando; e ficaram com Ele aquele dia, sendo mais ou menos a hora décima. "(Jo 1:39). Dessa estratégia de abrir a casa e formar verdadeiros discípulos, nasceram os líderes, os apóstolos que impactaram o mundo.

4. Reencontro



O Reencontro é um Encontro muito importante. É uma estratégia de edificação para líderes. Depois de um longo tempo de trabalho, estudo e envolvimento com as células, o líder precisa ser reabastecido e ao mesmo tempo aperfeiçoado. É para isso que existe o Reencontro que, além de sobrenatural, é terapêutico; provoca relacionamentos e ajuda o líder a compartilhar a sua experiência motivando a outros produzirem com mais alegria.


No Reencontro os líderes são atingidos em um nível excelente de cura interior e despertados no tocante ao crescimento celular. Você, líder, que já fez o Reencontro, sabe da importância desse Encontro.


Nenhum dos Encontros que são aplicados na Visão colocam os outros Encontros como menos importantes, pelo contrário, cada um tem seu valor e uma tônica que, apesar de diferente, trabalha como preparação para cada fase que precisa ser vivida.


Todo líder após terminar a Escola de Líderes e abrir a célula deve fazer o Reencontro que é um tempo de receber cura na alma de uma forma mais profunda. É sobrenatural!

5. Resgatão



No Resgatão, o líder é, como o nome já diz, resgatado. Por ser resgatado, ele tem os sonhos restaurados. Você sabe que não são poucas as lutas enfrentadas na liderança e alguns, no meio da batalha se cansam, outros até mesmo param, são roubados em suas metas, seus alvos e objetivos.


O Encontro Resgatão surgiu para atender a líderes que se encontram cansados, trazendo a eles um refrigério e um novo sentido na liderança, mas também é extremamente importante para aqueles que estão caminhando velozmente, pois são mais fortalecidos nas convicções de que seus sonhos serão realizados como aconteceu com José.


As distrações fazem com que os nossos sonhos sejam interrompidos e o Resgatão é um Encontro que proporciona oportunidade de repensar e rever as trilhas erradas que estão sendo palmilhadas e permitir que os sonhos sejam restituídos e restaurados.


Para se formar um líder a fim de que ele se torne um conquistador de multidões é necessário mais do que ‘boa vontade'. E, para o alcance dessa meta, a Visão Celular no Modelo dos 12 dá a esse líder ferramentas mais do que suficientes para que ele alcance libertação e cura. Temos experimentado que a Visão Celular é uma Visão preciosa que tem gerado crescimento para o Reino. Dentre várias estratégias que temos utilizado, ratificaremos uma estratégia de crescimento dos últimos tempos: Mover Celular - Fruto Fiel. Essa estratégia está-nos sendo ministrada desde o final de dezembro de 2004. Então, torne-se um apaixonado pelas multidões e mergulhe rumo a um crescimento sem limites.

6. Mover Celular - Fruto Fiel



Conquistando as multidões


A Visão Celular é um decreto profético. A Visão é de células. A Visão tem um Modelo - Gerações de 12. A Visão é de multidão. "Eis que tenho posto esta terra diante de vós; entrai e possuí a terra que o Senhor prometeu com juramento dar a vossos pais, Abraão, Isaque, e Jacó, a eles e à sua descendência depois deles. Nesse mesmo tempo eu vos disse: Eu sozinho não posso levar-vos, o Senhor vosso Deus já vos tem multiplicado, e eis que hoje sois tão numerosos como as estrelas do céu. O Senhor Deus de vossos pais vos faça mil vezes mais numerosos do que sois; e vos abençoe, como vos prometeu." (Dt 1:8-11).


O nosso Deus é assim: incansável em Seus projetos. Devemos entender que a Visão é de multidão. "Multidões, multidões no vale da decisão! Porque o dia do Senhor está perto, no vale da decisão." (Jl 3:14)


A Visão é de fruto, porque Deus gosta de multidão. "Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos." (Ap 7:9).


No dia do arrebatamento Deus levará um a um, mas antes Ele ajuntará todos numa nuvem, para levar a multidão (I Ts 4:17). Nosso Deus é Deus de multidão, de frutos. Nem Jesus suporta uma árvore infrutífera; manda secar até à raiz para não ocupar a terra inutilmente. É por isso que muitos líderes não sabem mais o que fazer com os liderados que não frutificam. Eles trabalham, colocam adubo e nada de fruto.


Acerca desses, Jesus disse: "e, avistando uma figueira à beira do caminho, dela se aproximou, e não achou nela senão folhas somente; e disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti. E a figueira secou imediatamente." (Mt 21:19.) É o Senhor quem tira as árvores infrutíferas e corta os galhos que não dão frutos. Cuidado! O machado está posto à raiz. Porém, o machado só é usado na raiz da árvore infrutífera.


A Visão fala de números, pois eles contam nessa Visão. Na estratégia da passagem em revista, por exemplo, vemos que números fazem a diferença. Os resultados são claros. Existem aqueles que não comparecem e fazem a diferença no resultado final. Porém, se numa convocação, nem os líderes comparecem, que influência eles têm sobre seus liderados?


Nós somos uma Igreja em Células, somos modelo e entendemos que somos uma Visão de multiplicação e frutos, números. Logo, precisamos entender a importância de ganhar, consolidar, discipular e enviar. Guarde esse segredo no coração: ganhar vidas é simples, quando há decisão. Tudo isso está ligado a autoridade. Saiba quem você é no plano espiritual. Diante de qualquer pecador, você é autoridade. Ninguém resiste a um líder de autoridade. Então, para ganhar, consolidar, discipular e enviar, a sua autoridade precisa ser restituída.

6.1 Gerando um genuíno avivamento



Faça uma campanha de 90 dias para gerar um grande avivamento. Com certeza, você e a igreja testemunharão resultados da oração através de muitos testemunhos contados diariamente. O clamor matinal deve permanecer em nossas vidas a fim de que o maior número de pessoas alcance a salvação. A palavra avivamento deve ser falada centenas de vezes ao dia para saturarmos os céus da cidade e da Nação brasileira com esse clamor diante do Trono de Deus.


É momento de chorar por aqueles que estão em trevas e que certamente virão para a luz, clamando para que os pecadores se arrependam e busquem a Deus. É momento de interceder para que a economia da Nação mude, que a cidade seja transformada, que os governantes estejam debaixo da direção de Deus e a corrupção seja varrida da história do Brasil e, assim, nosso povo seja abençoado.


É hora de clamar por mais empregos para o povo de Deus, prosperidade financeira, saúde divina, mover profético nas células e as multiplicações sem limites. São tantos os desafios, porém maior é a certeza que Deus nos abençoará além do que temos pedido.

6.2 Passando em revista



"Já se ouve a gritaria da multidão sobre os montes, como a de muito povo; o som do rebuliço de reinos e de nações congregados. O Senhor dos Exércitos passa em revista o exército de guerra. " (Is 13:4)


Passar em revista os novos frutos fala de um momento de reflexão e de trilhar novas estratégias para que o povo avence em novos campos. Fala de um momento de olhar para quantos frutos permaneceram, quantos frutos não estão mais no arraial, quantos frutos precisam ser mais adubados e cuidados para que no momento certo se manifestem aptos para serem colhidos.


Passar em revista é um momento desafiador, pois cada líder é confrontado com as realidades dos seus discípulos e as fragilidades da liderança, pois, querendo ou não, os resultados refletem a liderança, tal como o que se deixa de fazer, onde faltou cuidado adequado, o que faltou ser regado e adubado para que os frutos crescessem e se manifestassem.


Passar em revista fala de um tempo de quebrantamento e de busca de Deus, pois ali há o desafio a alvos maiores na conquista e isso envolve compromisso maior e mais doação à obra do Senhor sem quaisquer reservas. Vários líderes bíblicos passaram em revista o povo e o exército com o objetivo específico de saber o perfil correto de quem eram, o que tinham e com quem poderiam contar para cumprir os propósitos do Senhor (Js 8:10 / I Sm 11:8 / II Rs 3:6 / Ed 8:15).


Passar em revista fala de um voto de comprometimento mais do que nunca na obra de Deus. Fala também de planejamento dos projetos nobres crendo que a mão do Senhor traz direção e prosperidade em tudo, pois se O temermos e O servirmos, viveremos os nossos dias em prosperidade e delícias (Jó 36:11).


Temos experimentado que a Visão Celular é uma visão preciosa que tem gerado crescimento para o Reino. Dentre várias estratégias que temos utilizado, vimos no estudo passado a estratégia de crescimento dos últimos tempos: Mover Celular - Fruto Fiel. Sabedores de que você, líder de êxito, é um apaixonado pelas multidões e está caminhando rumo a um crescimento sem limites, nesta semana estudaremos o Mover Celular - Consolidando o Fruto Fiel e também outros Encontros da Visão Celular como o Reencontro, Resgatão e Princípios Bíblicos.

7. Mover Celular - Consolidando o Fruto Fiel



O Mover Celular - Fruto Fiel e o Mover Celular - Consolidando o Fruto Fiel não se resumem em apenas um Encontro. Isso é importante que fique claro em nossas mentes enquanto líderes. São estratégias para mantermos os frutos que estamos ganhando e, mais que isso, descobrirmos que a arma mais poderosa para firmar uma vida, um discípulo, um líder no Reino é deixá-lo seguro de que ele é amado.


Após implantarmos o Mover Celular - Fruto Fiel, sentimos a necessidade de buscar em Deus a resposta para obter melhor resultado na retenção dos frutos que estávamos ganhando. Entendemos que, além de ganhar, é preciso nutrir no novo crente a paixão pelas vidas que há em nosso coração e, assim, levá-lo a permanecer no Reino e frutificar.


Nesta estratégia, a proposta é a de firmar a Igreja de Jesus para que não morra na chamada, mas se envolva de forma clara e com um propósito definido para que nossa gente seja, de direito e de fato, melhor assistida e responda, como convém, na chamada que o Senhor confiou a cada um. É como um plano consolidador eficaz que fecha a porta do fundo que ficou aberta por muito tempo e extirpe a evasão no meio dos novos convertidos.


O Mover Celular - Consolidando o Fruto Fiel vem com a proposta de formar líderes comprometidos com o Reino e levar as vidas ao amadurecimento, e, assim, fazê-las crescer no chamamento recebido da parte de Deus.


A consolidação do Fruto Fiel veio para valorizar o líder e o discípulo, mostrando-lhes o quanto são importantes, muito mais que ajuntadores de vidas. Neste Mover, o discípulo sente-se amado do seu líder e, dessa forma, tem estrutura de amar outras pessoas. É um tempo novo em que cada líder recebe a conscientização de conchas (ostras) que formam pérolas e pérolas valorosas que não se fecham para a vida, mas se deixam ser formadas para que algo sobrenatural as toque e faça de cada uma delas uma bênção para toda a Terra.


Nosso desafio como líder na estratégia do Mover Celular, independente da fase, é fazer com que cada líder esteja em sua posição, não arrefeça no processo consolidador, transmita mais segurança para os que estão famintos e carentes de Cristo e nutra, em cada vida, uma busca maravilhosa: nossa gente ser tocada de forma mais eficiente para que haja uma multidão de filhos legítimos, verdadeiros Frutos Fiéis, conclamando o nome de Jesus e saindo em busca de outras vidas para que sejam firmadas no Reino.

8. Mover Celular - Multiplicando o Fruto Fiel



Ao chegar à terceira fase do Mover Celular - Multiplicando o Fruto Fiel, sentimo-nos extremamente desafiados porque a Igreja de Jesus deu saltos na história e ampliou a sua visão, tendo um coração aberto para ganhar e a visão alargada para caminhar nesta perspectiva maravilhosa de multiplicar o Fruto Fiel.


Como Igreja Celular, precisamos dar diretrizes de começo, meio e continuidade para que a Igreja de Jesus avance em uma dimensão muito mais ampliada e, nessa linha tênue, não perca a sensibilidade desta conquista que é a multidão de Filhos Legítimos.


A proposta do Multiplicando o Fruto Fiel é exatamente a responsabilidade de levantar uma multidão de filhos para Deus, tratar o caráter da Igreja, ajudá-la a assimilar melhor o Reino e a sua proposta, e levar cada discípulo a uma responsabilidade de ser modelo na Visão para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza (I Tm 4:12).


A Igreja em Células ganha uma nova dimensão administrativa em que as células crescerão em geografias, serão consolidadas nas geografias e multiplicarão nessas geografias. Da 1ª a 4ª geração, todos estarão sabiamente consolidados e com a visão correta de multiplicar sem ter perdas dos frutos. Na verdade, o Fruto Fiel com esta proposta magnífica de Multiplicar, trará a cada líder o entendimento exato de que somos um poço de avivamento em que as águas de Reobote correm livremente. Nossas tendas serão livremente alargadas.


Multiplicando o Fruto Fiel é uma proposta para que a Igreja de Jesus sabiamente caminhe sem perder o rumo do avivamento, entre com sabedoria nas geografias, levante uma multidão de Filhos Legítimos para Deus e trabalhe com afinco para que esta geração seja entregue ao Messias. E que todos possam dizer: Baruch Haba B'shem Adonai - Bendito o que vem em nome do Senhor.

9. Caminhando por Princípios bíblicos



Este Encontro tem o propósito de nos devolver aos princípios estabelecidos por Deus em Sua Palavra. Deus estabeleceu um caminho para o homem andar que o leva ao êxito no ministério e em todas as áreas de sua vida. Quando o homem quebra o princípio de obediência, deixando, assim, o humanismo dominar e exercer governo na sua alma, corpo e espírito, automaticamente a comunhão com Deus é perdida. Porém o Senhor quer que voltemos às veredas antigas das quais jamais deveríamos ter saído.


Os princípios bíblicos são um convite ao retorno da Palavra. Voltar à Palavra não mais para ensiná-la, mas para vivê-la. Não há sofrimento em seguir os princípios que o Senhor estabeleceu em Sua Palavra, pelo contrário, eles nos dão uma nova consciência, porque arrancam a muralha velha e plantam uma muralha nova. Os princípios bíblicos protegem a nossa alma.


Uma das formas de entender que o mover de Deus se perdeu no tempo foi pela deficiência de guardar os princípios e o Senhor está trazendo Sua Igreja para o caminho do qual jamais deveria ter saído. Para sustentá-los é uma guerra sem pausa, constante. Provendo-se sempre das armaduras de Deus para estar o tempo todo preparado.


Não podemos ser assaltados por coisas pequenas que se tornam volumosas e que nos fazem saber na letra, mas ignorar na praticidade. A Bíblia tem nos ensinado que existem coisas que não podem ser deixadas para trás. O povo de Deus é vocacionado para fazer as coisas corretas. Mas nem sempre esse chamado é respondido positivamente. Daí nasceu o Encontro Caminhando por Princípios Bíblicos.

10. Encontros de Nível I, II e III



Os Encontros de Nível I, II e III são para gerar relacionamento, comunhão e unidade entre as equipes. É também um tempo para que a liderança resgate os princípios básicos do Reino de Deus. São, portanto, Encontros que fortalecem a liderança e solidificam a formação do líder de multidões.


O modelo de discipulado que adotamos hoje, Modelo dos 12, foi copiado em tudo que Jesus fez, e tudo que Ele foi, acreditando em Suas promessas e profecias. Os 12 são a fonte por onde corre o rio de Deus e eles têm a responsabilidade de manter a Visão viva e de estarem todos nivelados em equipe.


Incentivamos os pastores e líderes a investirem em seus 12 e os levarem aos Encontros de Níveis para que haja, cada vez mais, um casamento entre unção e responsabilidade, pois todos os que já foram levantados como modelo nesta Visão precisam ser responsáveis, apesar de voluntários da fé, precisam se comprometer mais e mais com o Reino e, por isso, merecem o respeito de seus discípulos.

11. Encontro de Casais



O Encontro de Casais tem o objetivo de moldar no coração dos encontristas o padrão de família para que outras pessoas e outras famílias sejam também moldadas ao mesmo nível do coração do Pai. No Encontro de Casais, Deus quebra cadeias, rompe alvos do coração que estão totalmente fora do propósito do Pai. O casal é liberto, restaurado e curado em níveis que ainda não alcançaram.


Esse Encontro está no coração de Deus, pois Ele ama família. É como um divisor de águas para o casamento, pois traz orientação, confronto e conforto, tudo com o objetivo de promover cura. O Encontro de Casais desperta no coração uma qualidade de família muito maior. Faz-nos sair da condição de sermos apenas conhecedores da Palavra para sermos praticantes.

12. Encontros de Levitas I e II



Os Encontros de Levitas I e II são para todos os que têm se disposto a trabalhar no Reino, na obra do Senhor. Há uma idéia errada de que esse Encontro é apenas para aqueles que cantam, dançam ou trabalham como funcionários na Casa do Senhor. Porém, isso não é uma verdade.


O levita é um homem santo, porque Deus é Santo. Se o levita trabalhará para Deus ele precisa ser separado. Separado de quê? Do profano. Ele vive no mundo, mas não faz parte dele. Precisamos de levitas curados, treinados, tratados para espalhar por todo o Amazonas, todo o Brasil e por todas as nações da Terra a santidade e o compromisso de estar diante do nosso Deus. Então, haverá libertação e cura sobre toda a Terra, pois o levita foi chamado para isso. Para subir ao altar de Deus, não pode ser qualquer levita, deve ser um homem separado, santo e comprometido com Deus e com a Sua Palavra.


O convite é para você mergulhar neste Mover e utilizar as ferramentas que Deus está oferecendo à Sua Igreja. Se nos propusermos a cumprir todas as estratégias que por hora nos estão sendo apresentadas, restauraremos os princípios da Visão Celular e trabalharemos velozmente para o acréscimo do Reino de Deus que não terá fim.

You can leave a response, or trackback from your own site.

2 Response to "M12 - Modelo dos 12"

  1. Muito Bom seu Blog says:

    olá, Graça e paz, achei seu blog muito bom!

    para quem quer conhecer mais da visão é excelente!

    gostaria de me corresponder com você.

    Pr. Elton

    Antonio Diones says:

    ola sou Diones da igreja luz para as nações

Postar um comentário

Powered by Blogger