Ministério Clone ou Autenticidade



Hoje vivemos tempos de "ondas" de todos os tipos de conceitos e pre-conceitos. Algumas coisas vem e vão e aquilo e o que permanece deve ser avaliado. Devemos ser autênticos e permitir que Deus faça em nós aquilo que ja pré-escolheu. A clonagem nunca será igual ao original. Vive menos; tem debilidades; distúrbios. Deus quer te dar um ministério Autêntico!


“Servindo uns aos outros conforme o dom que cada um recebeu, como bons despenseiros da multiformegraça de Deus” (I Pe 4:10).

Multiforme: Que tem várias formas, no caso desse texto, várias maneiras.




Introdução:



Você acredita que Deus pode te usar de maneira diferente de outras pessoas? Acredita ainda que seu ministério pode ser no futuro uma referência para outras pessoas?

Faço-lhe esta pergunta, amado leitor, por não ver mais pessoas que acreditam em si mesmos nem em seus ministérios. Líderes com grande potencial que têm se vendido à clonagem de algum líder, pois é bem mais fácil do que pagar o preço pela sua própria identidade ministerial.

Deus têm levantado muitos líderes de louvor que têm sido realmente uma benção, porém, a igreja tem tomado a forma desses líderes e perdido sua própria autenticidade. Como? Imitando o jeito de cantar ou de tocar; imitando até mesmo as ministrações que são gravadas ao vivo; falando no mesmo tom de voz; cortando o cabelo do mesmo jeito; Isso é idolatria. Acredito que todos nós temos nossas referências ministeriais, porém, não devemos clonar ninguém.

O assunto que abordo neste tema vem confrontar o comodismo que muitas pessoas têm tido e ao mesmo tempo conscientizar da maneira variada que Deus pode te usar.

Ao estudarmos a vida pessoal e ministerial de alguns personagens Bíblicos, veremos a maneira diferente de cada um deles, no agir; no falar; no jeito de pregar; até mesmo de se relacionar com Deus.

O Senhor por sua vez os usou da forma que bem lhe pareceu.

Podemos tomar como referência dois homens muito importantes do novo testamento: Apóstolo Paulo e Apóstolo Pedro. Enquanto Deus usava Paulo para pregar sua palavra aos gentios (... pelo qual recebemos a graça e o apostolado, por amor do seu nome, para a obediência da fé entre todos os gentios – Rm 1:5), Pedro era direcionado a pregar para os judeus (... Então Pedro, pondo-se em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes: Varões judeus e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras ... – At 2:14).

Se eles fossem comparados como alguns líderes dos nossos dias, Paulo seria aquele pastor conhecedor de detalhes Bíblicos, cuja igreja era detalhista enquanto que Pedro seria aquele pastor de fogo; cheio de raça e eloqüência e sua igreja talvez fosse a mais barulhenta de todas. Nenhum estaria errado.

O que acontece é que cada um tem seu jeito de ser; sua personalidade; seu jeito de fazer as coisas e Deus respeita nossos dons naturais.

Ainda falando de Paulo e Pedro, deduzimos que se fossem iguais não atingiriam tantas e diferentes pessoas como fizeram. Você compreende?

Como receber e exercer um ministério autêntico?

1. Buscando a Deus de todo o vosso coração!

“Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração” (Jr 29:13).

2. Clamando ao Senhor. Clamar é pedir com tenacidade; com vontade; decididamente! Quando procedemos assim, Ele nos desvenda coisas inéditas!

“Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes (Jr 33:3).



3. Pedindo, Buscando e Agindo. Muitos, após orarem ao Senhor simplesmente cruzam os braços – nada vai acontecer! Além de pedirmos precisamos buscar a vontade de Deus e a maneira que ele quer agir em nós! Também precisamos agir! Agir dentro da vontade do Senhor.

“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á” (Mt 7: 7,8).

4. Crescendo na Graça e no conhecimento de Cristo!

“Antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como até o dia da eternidade” (II Pe 3:18).

Deus é tão tremendo que permite a cada um de seus filhos tenham experiências diárias com Ele. Acho muito importante compartilhar de experiências de outras pessoas; nos ajuda a aumentar a fé, porém, cada um de nós deve buscar as nossas próprias (se é que queremos influenciar alguém). Crescer na graça é crescer no relacionamento com Deus.





5. Orando todo o tempo em Espírito e tendo um relacionamento com Deus.



“... Com toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito...” (Ef 6:18-a).

A Oração constante nos aguça a sensibilidade espiritual nos deixando mais perceptíveis à voz de Deus. Como podemos receber de Deus se não estivermos sua presença?

6. Compartilhando Experiências! Dar e receber. Participando de simpósios; seminários; estudos Bíblicos etc.

“Mas Paulo e Barnabé demoraram-se em Antioquia, ensinando e pregando com muitos outros a palavra do Senhor” (At 15:35).

7. Meditando nas Leis do Senhor!



“Antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite” (Sl 1:2).

A meditação nos leva ao mundo das revelações. É nesse momento que Deus compartilha sua vontade conosco. Ex. Para preparar uma mensagem de um culto não basta somente ajuntamento de versículos e sim a genuína revelação daquilo que Deus quer fazer. Meditar é dar oportunidade de Deus se revelar a nós.

Aplicação

Deus quer que cada um de nós tenha nosso próprio ministério para que possa se mover nas mais diversas direções. Ore, Leia a Palavra de Deus, medite em sUas leis e com certeza o Senhor lhe dará algo inédito e muito poderoso.

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by Blogger