Natureza do Teatro - Estudos/Teatro


Capítulo 1



Começar a examinar o teatro como um meio de "adorar" ajuda a lançá-lo em uma jornada para descobrir e desenvolver o seu próprio potencial. O teatro associa-se à adoração como um símbolo em ação. Como participante você se torna um instrumento para adorar, o qual tem o potencial para transcender palavras e movimentos físicos para uma experiência simbólica. Como expectador, você também se torna um instrumento para adorar quando você se conecta e se identifica com a experiência.




O teatro tem sido sempre uma exploração do nosso relacionamento com o nosso mundo. Olhe para qualquer drama e você poderá enxergar qualquer pessoa ou uma combinação de uma exploração do relacionamento entre um ser humano e a sociedade, caráter, outras pessoas, Deus, cultura, crenças, valores e egocentrismo. O teatro como um meio de adoração afirma nossa própria espiritualidade, e quando isto acontece, nós vislumbramos o potencial positivo dentro de nós mesmos e ao mesmo tempo construímos uma ponte até Deus; entretanto cada um de nós faz esta definição. Quando isto não acontece, então o evento teatral não é um ato de adoração. Ele pode ser um entretenimento, mas isto não leva à adoração.





Apesar de não ser verdade, em algumas sociedades, tais como a Austrália e os Estados Unidos, consideram as Artes como um segmento insignificante, incluindo o teatro. Ao mesmo tempo, organizações religiosas do oeste têm tradicionalmente condenado o teatro. Conseqüentemente, os artistas acham necessário justificar constantemente não somente o trabalho deles, mas também quem são eles como seres humanos produtivos.




Entretanto, a sociedade dos Estados Unidos está em transição. Como se pronunciou Jane Alexander, membro do Fundo Nacional para as Artes, em uma entrevista para o jornal Sunday Morning, a sociedade passa por uma "crise espiritual". A violência está impregnada na nossa sociedade e a compaixão é tratada com desdém. Mas, como disse Jane Alexander, "se você der um pincel ou uma caneta para uma criança, ela não pegará uma arma".A razão para isto nos traz de volta ao tema potencial. Esta faz parte da necessidade humana de explorar e descobrir o seu íntimo e então, expressar esta descoberta. Quando nós negamos nossa própria espiritualidade, a descoberta se torna corrupta e nossas vidas ficam presas à ilusão. A arte contra ataca esta corrupção. A arte como um meio específico atrai a pessoa a uma descoberta positiva e a expressão do seu interior, o qual freqüentemente inclui espiritualidade.




Como resposta à violência e à falta de compaixão, as organizações da sociedade e organizações religiosas, está começando a se virar para as artes com o objetivo de nos ajudar a redescobrir a espiritualidade dentro de nós mesmos.




Todo ser humano tem um senso artístico. Como evidência, observem as crianças saudáveis. Elas dançam, cantam, pintam, desenham, envolvidas em imaginação ativa. Um artista é uma pessoa que tem um senso artístico altamente desenvolvido, tem estudo, possui disciplina e técnica artística bem desenvolvidos e é capaz de transformar o seu trabalho em símbolo universal. Um artista normalmente também tenta fazer da sua arte, sua subsistência, porque um artista tem uma irresistível necessidade de oferecer seu trabalho à sociedade. Muitas pessoas leigas na sociedade americana parecem ver estas características como uma procura pela fama, mas geralmente isto não é verdade.




Estes ensaios são baseados na premissa de que todo ser humano possui um senso artístico. Muitas vezes, quando você quer que o teatro seja parte do programa de Adoração, você não consegue encontrar uma peça teatral apropriada. Existem duas razões para isto. Poucos dramas são escritos para o serviço de adoração cristã, e os que encontramos parecem ser de pouca qualidade. A 2ª razão é que quase sempre queremos algo que seja bem específico. Você tem uma idéia do que você quer, você não consegue encontrar exatamente o que quer, e você não sabe como escrever o que quer.




O objetivo é apresentar peças teatrais que irão melhorar o programa de Adoração. Isto significa que o que quer que seja apresentado deve corresponder ao tema, à atmosfera, e o propósito do restante do programa de Adoração. Entretanto, para se criar uma experiência cheia de adoração, a peça teatral deve ser tão universal e tão simbólica quanto possível, porque é o símbolo que leva à experiência. Por causa da ênfase no símbolo, as apresentações teatrais provavelmente não iriam ajudar um programa de Adoração que inclua os sacramentos. Os dois símbolos não iriam ajudar, mas iriam divergir, e a peça teatral iria provavelmente se afastar do símbolo e conseqüentemente a experiência do sacramento. É ao confronto dos símbolos que muitas pessoas respondem contrariamente durante a Adoração.




Apresentar o teatro como Adoração requer que você prossiga em direção ao seu potencial. Isto requer que você corra riscos, torne-se vulnerável, envolva-se no compartilhar e investigue o seu interior. Divirta-se!

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by Blogger