Dez cuidados fundamentais para definir discipuladores | Discipulado


1) Cuidado com aqueles que sempre enxergam o homem e não a mão de Deus.
Aqueles que sempre interpretam as decisões da liderança como caprichos pessoais ou escolhas naturais, em vez de enxergarem ali a mão de Deus, possuem séria tendência para a rebeldia.

2) Cuidado com aqueles que o pressionam constantemente para serem reconhecidos.
Há pessoas que estão trabalhando para o homem e não para Deus, assim eles vivem em função do elogio do reconhecimento humano, quando não recebem desistem.

3) Cuidado com os que valorizam demasiadamente os títulos e posições.
Quem está atrás de posição se revelará, no final, alguém incapaz de produzir frutos.



4) Cuidado com aqueles que são naturalmente imaturos.
Não existe maturidade espiritual sem uma maturidade natural correspondente. Lembre-se que o natural denuncia o espiritual.

5) Cuidado com aqueles que não percebem os limites do relacionamento.
Quem não respeita o seu tempo também não respeitará a sua palavra. Quem não respeita sua posição não seguirá a sua direção.

6) Cuidado com aqueles que o idealizam.
É evidente que eles vão se decepcionar. O problema é perceber qual será a reação deles quando isso acontecer. Normalmente essas pessoas são rápidas para fazerem afirmações sérias como: eu tenho uma aliança com você e jamais te abandonarei.

7) Cuidado com aqueles que sempre reclamam do preço.
Precisamos de líderes que rejeitam a auto-preservação.

8) Cuidado com aqueles que nunca abrem a sua vida.
É estranho que uma pessoa nunca passe por problemas, crises ou tribulações. Se a pessoa é refratária a todas as perguntas pessoais ela se torna um risco.

9) Cuidado com líderes auto-suficientes.
Aqueles que nunca precisam de ninguém e são independentes produzem em nós uma sensação de desconforto. Isto pode ser um sinal de problema. Tenha cuidado com aqueles que nunca ouvem a sua orientação.

10) Cuidado com aqueles que são emocionalmente dependentes.
Devemos ser cuidadosos para não gerarmos dependência nos outros. Dependência de homens produz ressentimento e esterilidade.

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by Blogger