Digitais de Deus | Abelhas fazem cálculos complexos

O cérebro das abelhas é do tamanho da cabeça de um alfinete. Mas não se iluda: esses pequenos insetos são capazes de resolver rapidamente um problema matemático que deixa supercomputadores ocupados por dias. Estudo desenvolvido por cientistas do departamento de ciências biológicas da Universidade de Londres, no Reino Unido, mostrou que as abelhas aprendem a pegar a rota mais curta para chegar até as flores que costumam ser encontradas aleatoriamente pelo caminho. Com isso, elas economizam tempo e energia. Esse é um dos princípios da questão matemática conhecida como “problema do caixeiro-viajante”.




 Se você encontrasse um nanocomputador capaz de realizar cálculos complexos em poucos instantes, concluiria que ele poderia ser fruto de mutações aleatórias não direcionais selecionadas naturalmente? Trocando em miúdos simplificados: Você acreditaria que esse superminicomputador poderia ser fruto do acaso cego? Pois é, nem eu...

Michelson Borges

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by Blogger