Vencendo as feridas da alma | Células - Estudos


Texto Base: Lucas 15: 11-32

Introdução:
O livro de Lucas narra à história de dois irmãos, o filho mais novo pediu a sua parte na herança da família e saiu da casa de seu pai, o irmão mais velho permaneceu ali. O mais moço arrependeu-se e voltou sendo recebido como filho.
O irmão mais velho estava repleto de complexos, rejeição, inferioridade o que o levou a fazer julgamentos negativos a cerca de seu irmão, pai e até de si mesmo.
Estes sentimentos podem ocorrer com todos, por isto temos que nos auto-avaliar todos os dias para que a cura venha se estabelecer em nossa alma. Não deixando que sentimentos demoníacos nos dominem.
Existem algumas atitudes que denunciam doenças de alma:



1. Desprezo, inveja: (Vs: 30) O filho mais velho estava acusando o seu irmão dizendo que ele se prostituiu, desperdiçou a herança da família.
Ele não se alegrou com a volta e arrependimento de seu irmão. O coração daquele homem estava ferido.
Quando notamos que a inveja, o desprezo e a acusação em relação a um irmão fazem parte de nosso histórico, precisamos nos questionar sobre: quem somos para acusar alguém que Deus já perdoou? Quem somos nós para desprezar a quem Deus chama de filho?
Deus tem poder para mudar a história de uma pessoa. Desqualificar um irmão para ter atenção exclusiva não é atitude coerente é ferida na alma.


2. Rebeldia: (Vs:28-29) O filho mais velho se irou porque o pai recebeu o irmão mais novo com um banquete e muita alegria, por sua vontade seu irmão seria recebido apenas como um empregado.
Na igreja há irmãos mais velhos que querem receber os irmãos mais novos como empregados, pois pensam que posição no Reino é conquistada pelo tempo de serviço. Posição no Reino de Deus é conquistada por um coração humilde e disposto a obedecer.
O irmão mais velho esteve muito tempo com o pai, mas seu coração estava cheio de rebeldia o que foi denunciado por suas palavras e atitudes.


3. Autopromoção: (Vs 29) ninguém precisa dizer que é fiel a fidelidade é manifesta no dia-a-dia. Quem se auto-promove pode estar caindo no erro da soberba. Precisamos tomar cuidado, pois Deus resiste ao soberbo. Quem nos exalta é o Senhor.


CONCLUSÃO: Deus como nosso Pai celestial está sempre disposto a dar oportunidades para reconciliação, quantas forem necessárias, mas pior que estar perdido do lado de fora é esta perdido dentro da casa do pai.
Não seja como o irmão mais velho que perdeu a benção, deixou de celebrar com o pai e com o irmão por causa das feridas da alma.
A igreja é uma comunidade onde as pessoas passam por um processo de tratamento, e o passado perdoado deve ficar no passado. Não temos o direito de julgar ou de nos enaltecer diante das pessoas. Somos irmãos filhos de um mesmo Pai e aqueles que estavam perdidos e arrependeram-se merecem o nosso amor e apoio. Abra o seu coração e deixe o Espírito Santo te curar de todas as enfermidades.

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by Blogger